Palmas à Deborah Colker!

quinta-feira, 9 de junho de 2011
Boa noite blogueiros,

Essa semana  está uma loucura!
Tenho trabalhado tanto, mas tanto, que me sinto exausta. Completamente.
Entretanto, não poderia deixar de assistir e compartilhar com vcs um pouco do que vi e muito admirei no espetáculo TATYANA, da Compania de Dança Deborah Colker, que ocorreu ontem, no Centro de Convenções de Goiânia.

Talvez, esteja se perguntando: Mas quem é Deborah Colker?

Deborah Colker (Rio de Janeiro, 1961) é uma bailarina e coreógrafa brasileira, conhecida por seus balés aclamados pela crítica, nacional e internacional. Alguns de seus trabalhos foram Mix, Nó, Casa, Rota, 4x4, Cruel, Dínamo e, mais recentemente, Tatyana. É a primeira mulher á dirigir um show do Cirque Du Soleil: Ovo - Cirque 2009. Foi considerada pela Revista Época uma dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009. No video abaixo, ela descreve brevemente a compania, como foi seu surgimento, criação e evolução nos espetáculos.




Mas voltando ao Tatyana...
Deborah Colker foi buscar inspiração para seu novo espetáculo em um grande clássico da literatura universal: “Evguêni Oniéguin”, o romance em versos, publicado em 1832 por Aleksandr Púchkin (1799-1837), o pai da literatura russa.

Em dois atos, a Companhia de Dança Deborah Colker leva ao palco o próprio Púchkin, interagindo com as ações, desejos, pensamentos e transformações psicológicas dos quatro protagonistas de sua obra-prima. A música de compositores como Rachmaninov, Tchaikovsky, Stravinsky e Prokofiev embala essa jornada atemporal ao âmago de uma história de duelos, desencontros, paixões e decepções.

A impressão que tenho após assistir "Tatyana" é que a dança contemporanea é realmente surpreendente e maravilhosa!

A evolução, criatividade, originalidade, a mistura do balé clássico com o moderno, a música, os elementos utilizados no palco, são caracterizadores da personalidade bela, singular e intensa de Deborah Colker.

"Tatyana" é inovador, completo, dinânimo, empolgante, emociona, intriga e surpreende, do início ao fim. Sinceramente, eu não acreditava no que estava diante dos meus olhos, é de uma beleza cativante, um encantamento e uma alegria contagiante.


Tatyana - Cia. Déborah Colker
 
Tatyana - Cia. Déborah Colker
 
Tatyana - Cia. Déborah Colker
 
Tatyana - Cia. Deborah Colker


A dança realmente significa muito pra mim, tanto, que não consigo explicar. Ela me causa uma inquietação, um desprendimento, uma alegria, uma paz, uma beleza, uma pressa de voar e de ser livre pra sempre...

Por isso, em meio a uma semana tão difícil, quando enfrento e suporto com pesar, tantas dores, sem contar a correria do trabalho, o cansaço e o stress potencializado pela TPM, ver algo tão belo e peculiar consegue mudar drasticamente o meu humor - para melhor, é claro!

Assim, só posso oferecer meu agradecimento e uma forte salva de palmas à Déborah Colker.

Palmas, muitas palmas à ela, que as merece.

Bjo, bjo

2 comentários:

Gabi Says:
10 de junho de 2011 13:32

Que legal xuxu...

Fiquei morrendo de vontade de ver...você não teria o itinerário ai?!

Beijãooo

Se cuida

Sara Caroline Says:
10 de junho de 2011 20:50

Gabi!
Td bem?
Saudade de vc por aqui!
Tô sempre passando pelo seu blog viu!?
Óh, vc é uma garota de sorte!
Fui verificar a agenda da Deborah Colker e adivinha...
Ela estará ae em Bsb no fds!!!! \o/

11 e 12 | sáb e dom
Espetáculo: Tatyana
Local: Teatro Claudio Santoro // Sala Villa-Lobos
BRASÍLIA - DF

Minina não dá pra perder!!!!!
Assista e depois me conta se tenho ou não razão para tantos elogios...

Bjão!