sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.

(Pablo Neruda)

1 11 de Agosto: Dia do Advogado

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A Constituição Federal afirma em seu artigo 133, que o advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei, prestando serviço de interesse coletivo e conferindo a seus atos múnus público.

O dia 11 de agosto, data da criação dos cursos jurídicos no Brasil, representa também o Dia do Advogado, oportunidade em que tais profissionais, defensores da cidadania, combatentes incontestes do arbítrio e da violência, são carinhosamente homenageados por seus pares, amigos, familiares, clientes e toda gama de profissionais do Direito e correlatos.

Eu, como boa advogada que sou (e acima de tudo, modesta [hehehe]), não poderia deixar de prestar uma homenagem, mesmo que singela, aos meus queridos colegas de profissão.

Para sair um pouco da formalidade que nos é exigida diariamente, transcrevo dois textos super engraçados que recebi por e-mail. Um deles, somente será compreensível ao conhecedor do Direito, o outro, com uma linguagem coloquial servirá como bom divertimento aos demais.

Parabéns Advogados do Brasil!

Bjo, bjo



Carência de ação

Desajeitado, o magistrado Dr. Juílson tentava equilibrar em suas as mãos, a cuia, a térmica, um pacotinho de biscoitos, e uma pasta de documentos.

Com toda esta tralha, dirigir-se-ia para seu gabinete, mas ao dar meia volta deparou-se com sua esposa, a advogada Dra. Themis, que já o observava há sabe-se lá quantos minutos. O susto foi tal que cuia, erva e documentos foram ao chão. O juiz franziu o cenho e estava pronto para praguejar, quando observou que a testa da mulher era ainda mais franzida que a sua.

Por se tratarem de dois juristas experientes, não é estranho que o diálogo litigioso que se instaurava obedecesse aos mais altos padrões de erudição processual.

– Juílson! Eu não agüento mais essa sua inércia. Eu estou carente, carente de ação, entende?

– Carente de ação? Ora, você sabe muito bem que, para sair da inércia, o Juízo precisa ser provocado e você não me provoca, há anos. Já eu dificilmente inicio um processo sem que haja contestação.

– Claro, você preferia que o processo corresse à revelia. Mas não adianta, tem que haver o exame das preliminares, antes de entrar no mérito. E mais, com você o rito é sempre sumaríssimo, isso quando a lide não fica pendente... Daí é que a execução fica frustrada.

– Calma aí, agora você está apelando. Eu já disse que não quero acordar o apenso, no quarto ao lado. Já é muito difícil colocá-lo para dormir. Quanto ao rito sumaríssimo, é que eu prezo a economia processual e detesto a morosidade. Além disso, às vezes até uma cautelar pode ser satisfativa.

– Sim, mas pra isso é preciso que se usem alguns recursos especiais. Teus recursos são sempre desertos, por absoluta ausência de preparo.

– Ah, mas quando eu tento manejar o recurso extraordinário você sempre nega seguimento. Fala dos meus recursos, mas impugna todas as minhas tentativas de inovação processual. Isso quando não embarga a execução.

Mas existia um fundo de verdade nos argumentos da Dra. Themis. E o Dr. Juílson só se recusava a aceitar a culpa exclusiva pela crise do relacionamento. Por isso, complementou:

– Acho que o pedido procede, em parte, pois pelo que vejo existem culpas concorrentes. Já que ambos somos sucumbentes vamos nos dar por reciprocamente quitados e compor amigavelmente o litígio.

– Não posso. Agora existem terceiros interessados. E já houve a preclusão consumativa.

- Meu Deus! Mas de minha parte não havia sequer suspeição!

– Sim. Há muito que sua cognição não é exauriente. Aliás, nossa relação está extinta. Só vim pegar o apenso em carga e fazer remessa para a casa da minha mãe.

E ao ver a mulher bater a porta atrás de si, Dr. Juílson fica tentando compreender tudo o que havia acontecido. Após deliberar por alguns minutos, chegou a uma triste conclusão:

– E eu é que vou ter que pagar as custas...

____________________________________________________________
Piadinha

Na Inglaterra um réu estava sendo julgado por assassinato...

Havia evidências indiscutíveis sobre a culpa do réu, mas o cadáver não aparecera.

Quase ao final da sua sustentação oral, o advogado, temeroso de que seu cliente fosse condenado, recorreu à um truque:

- "Senhoras e senhores do júri, senhor Juiz, eu tenho uma surpresa para todos!" - disse o advogado olhando para o seu relógio...

- "Dentro de dois minutos, a pessoa que aqui se presume assassinada, entrará na sala deste Tribunal."

E olhou para a porta.

Os jurados, surpresos, também ansiosos, ficaram olhando para a porta.

Decorreram-se dois longos minutos e nada aconteceu.

O advogado, então, completou:

- "Realmente, eu falei e todos vocês olharam para a porta com a expectativa de ver a suposta vítima. Portanto, ficou claro que todos têm dúvida neste caso, se alguém realmente foi morto. Por isso insisto para que vocês considerem o meu cliente inocente". (In dubio pro reo).

Os jurados, visivelmente surpresos, retiraram-se para a decisão final.

Alguns minutos depois, o júri voltou e pronunciou o veredicto:

- "Culpado!"

- "Mas como?" perguntou o advogado... "Eu vi todos vocês olharem fixamente para a porta, é de se concluir que estavam em dúvida! Como condenar na dúvida?"

E o juiz esclareceu:

- "Sim, todos nós olhamos para a porta, menos o seu cliente..."

"MORAL DA HISTÓRIA: NÃO ADIANTA SER UM BOM ADVOGADO SE O CLIENTE FOR BURRO".

PS: Quanta maldade... hahaha

1 E um Viva a quem de direito

quinta-feira, 5 de agosto de 2010
Bom dia, bom dia.
Acordei com uma vontade louca de escrever.
Sumi de novo. E a saudade do blog não me deixa.
Estive viajando no final do mês de julho, mas agora, já em agosto, sinto aos poucos a vida voltando à sua rotina normal.

Tenho muito a contar, a compartilhar com vc, que está sempre por aqui. Porém antes, preciso constar o quão feliz fiquei, ao ler o último post do blog "Mulheres Neura", escrito pela "Patifa" - codinome secreto de uma blogleira super descolada, bem resolvida e engraçada (acho isso o máximo), a qual conheci em outro blog, igualmente fantástico, o 3x30 - Solteira, Casada e Divorciada.

Enfim... a "Patifa" é uma brasileira, que viveu na Europa por um tempo, mas que está de volta ao Brasil, com vistas à implantação do Projeto denominado Esther. No mencionado post, contou como está a vida nova por aqui, junto ao 'Lovezão', seu amor estrangeiro (rs) e a empolgação com o dito projeto, o qual corresponde a concretização do sonho da maternidade.

Sim, ela voltou pro Brasil pra ter o bebê aqui, junto com sua família. Coisa mais linda né?!

E sabe o que é mais lindo ainda? Eu me sentir feliz por ela, por essa conquista tão esperada. Eu, que sequer sei seu nome verdadeiro, nunca vi seu rosto ou nada que a identificasse, mas me sinto tão próxima, tão presente, tão amiga... Provavelmente ela sequer imagina quem sou, tampouco minha empolgação com sua gestação, entretando, particularmente, isso não faz diferença.

Foi refletindo sobre minha reação e sobre tantos blogs legais que acompanho, que cheguei a conclusão que talvez vc, assim como eu, se sinta participante da vida de algum blogleiro. Quem sabe, até seja participante da minha vida.

Uau! hehehe

Talvez o seja. Vai depender de como vc vê. E é pensando nisso e em como tô feliz no amor, que resolvi contar pra vcs, ainda mais, um pouco de mim.

Estou amando (rs). E muito. E é tão maravilhoso!

É tão especial ser surpreendida pelo Amor, especialmente, quando vc nem mais acredita que ele exista, ou quando acha que é pura bobagem, coisa de adolescente ou de comédia romântica.

Querido e querida o Amor é fantástico! Vira nosso mundo de cabeça pra baixo. Nos faz ter sensações já esquecidas e, apagadas pelo tempo, pelas desilusões e mágoas acumuladas ao longo da vida...

Quero aproveitar esse espaço, todo nosso, para declarar o quão feliz estou junto ao Príncipe (codinome secreto do meu amor - hehe).

Lindeza, caso leia essa postagem, saiba que me faz muito feliz! e tem sido tudo tão bom que sinto medo de um dia acabar. Cultivemos esse amor diariamente e, que o namoro não acabe nunca, persistindo mesmo após a oficialização matrimonial - Uuuuuuuuuuuui! meio cedo pra isso né?!?!! Não vá se assustar hein... - hahahaha.

O que quero dizer é que Te Amo Príncipe! e que vc me fez acreditar novamente no amor. Obrigado.

E a vc navegante, te desejo tudo isso e em dobro! pois não há nada melhor do que amar e ser correspondido, numa intensidade descomunal...

E um viva ao AMOR.

Viva!

Bjo, bjo

1 Pense em Mim

terça-feira, 3 de agosto de 2010
Inspiração dos meus sonhos, não quero acordar
Quero ficar só contigo, não vou poder voar
Por que parar pra refletir se meu reflexo é você?
Aprendendo uma só vida, compartilhando prazer

Porque parece que na hora eu não vou aguentar
Se eu sempre tive força e nunca parei de lutar?
Como num filme, no final tudo vai dar certo
Quem foi que disse que pra ta junto precisa ta perto?

Pense em mim, que eu to pensando em você
E me diz, o que eu quero te dizer
Vem pra cá, pra ver que juntos estamos
E te falar, mais uma vez que te amo

O tempo que passamos juntos vai ficar pra sempre
Intimidade, brincadeiras, só agente entende
Pra quem fala que namorar é perder tempo eu digo
A muito tempo não cresci o que eu cresci contigo

Juntos no balanço da rede, sob o céu estrelado
Sempre acontece, o tempo para quando eu to do seu lado
A noite chega eu fecho os olhos, é você que eu vejo
Como eu queria estar contigo, eu paro e faço um desejo

Pense em mim, que eu to pensando em você
E me diz, o que eu quero te dizer
Vem pra cá, pra ver que juntos estamos
E te falar, mais uma vez que te amo


video


Pra vc Coração Sertanejo!
E não adianta negar... rs