Solidão. Opção. Amor. Sofrimento. Tempo. Indeterminado.

sábado, 21 de maio de 2011
Olá blogueiros.
Acabei de assistir o último episódio da 7ª Temporada de Greys Anatomy e não poderia deixar de registrar o que Merdith Grey disse nos instantes finais.

Para quem não conhece, Grey’s Anatomy é um drama médico norte-americano exibido no horário nobre da rede ABC. O seu episódio piloto foi transmitido pela primeira vez em 27 de Março de 2005 nos EUA. A série é protagonizada por Ellen Pompeo, como a Dra. Meredith Grey, residente do fictício hospital cirúrgico Seattle Grace, em Seattle, Washington, o mais rígido programa cirúrgico de Harvard. 

A série é focada nela e nos seus colegas, também internos: Cristina, Izzie, George e Alex, mostrando as suas vidas amorosas e as dificuldades pelas quais passam no trabalho. O título da série é uma brincadeira com Gray’s Anatomy (A Anatomia por Gray), o famoso livro de anatomia de Henry Gray. A série, exibida nos EUA após o hit Desperate Housewives, depressa se tornou um sucesso.

Eu sou fã e acompanho a série há anos! Vale muito a pena assistir.

Mas, voltando ao post, registro aqui o texto de Meredith que me fez repensar algumas coisas extremamente significativas. Solidão. Opção. Amor. Sofrimento. Tempo. Indeterminado.

"Há um motivo para eu dizer que seria mais feliz sozinha.
Não foi porque eu pensei que seria mais feliz sozinha.
Foi porque eu pensei que se eu amasse alguém
E depois acabasse
Talvez eu não conseguisse sobreviver.
É mais fácil ficar sozinho
Porque, e se vc descobrir que precisa de amor?
E depois vc não o tem?
E se vc gostar?
E depender dele?
E se vc modelar a sua vida em torno dele?
E então... ele acaba.
Vc consegue sobreviver a essa dor?
Perder um amor é como perder um órgão.
É como morrer.
A única diferença é que
A morte termina.
Isso... pode continuar para sempre."


Eu sequer preciso dizer o que penso sobre isso né?! ...
E vcs, o que acham?
Bjo, bjo e bom sábado

2 comentários:

Andréa Says:
22 de maio de 2011 21:56

Faz tempo que não assisto Grey's mas lembro que curtia muito os finais dos episódios. São sempre aquelas frases que te deixam refletindo ainda um tempão depois de desligar a tv. E normalmente são coisas bem melancólicas né! Hehe!
Mas eu concordo com essa que você colocou. A impressão é que te amputaram uma perna e você tem que andar mancando por ai com uma muleta. Mas nada melhor que o tempo pra te curar né! A perna nova vai ser uma prótese, porque não tem como voltar a ser como era antes, mas funciona bem também né. Hehehe! Cicatrizes também fazem a gente crescer. Depois que passa a tempestade você olha pra elas e se sente vitoriosa por ter enfrentado tudo aquilo e continuar de pé!

bjo

Sara Caroline Says:
22 de maio de 2011 22:03

Com certeza.
As feridas curam, e as cicatrizes nos lembram qt coisa passamos e superamos!
Assim como a Grey, posso ver hoje que o que nos machuca tb é o que nos fortalece...

Bjo moça =]