Como tudo mudou

terça-feira, 3 de maio de 2011
Boa noite blogueiros queridos!

Saudade de escrever.
Eu?!? completamente sem tempo =/
Muitas, muitas coisas aconteceram desde a última terça-feira.
Situações inusitadas, muita dança, o início da segunda pós graduação, casamento de primo, bolo, amigos + igreja + pizza, gente nova, bonita e bacana.

Nossa! Quanta coisa BOA!

Não podia deixar de escrever hoje, especialmente pelo marco que a data representa: 2 meses, desde o término.

Páro, penso, vejo e me surpreendo.
Tudo mudou. E mudou pra muito melhor!
Me vejo diferente, me sinto diferente, trabalho diferente, danço diferente. Estou diferente.

Estou feliz.

Feliz sim e agraciada por Deus!

Quero registrar aqui o meu muito Obrigado a Deus, minha família, aos amigos - dentre eles, VC blogueiro(a) querido(a) - e a Dra. Jolie, pois têm uma parcela super importante nesse processo de auto conhecimento e renovação. Vcs influenciaram sobremodo o atual estado de espírito.

Então, muito obrigado! Pelo amor, pelas orações, palavras de incentivo, conselhos, 'ouvidos' e 'olhos' atentos, zelosos e carinhosos. Muito, muito obrigado mesmo.

Voltei a gargalhar!!!!
Senti meu coração disparar em duas oportunidades!
(e eu achava que isso nunca mais fosse acontecer).
Me sinto voando num "balão em Paris"! (quem sabe em julho né?! rs)




E é pensando nessa viagem de balão, com múltiplos significados, que termino o post.
Deixo ainda, uma música da Maria Gadú (Paracuti) que gosto muito, até porque melodia, poesia e sonho nunca é demais...



Bjo bjo, e muitas horas de balão...

5 comentários:

Andréa Says:
5 de maio de 2011 10:22

Oi! Achei seu blog por acaso, quando depois de levar um pé na bunda, sai vagando pela net a procura de palavras de conforto. Sua história me ajudou muito, apesar de eu nem te conhecer. No meu caso tudo ainda é muito recente, faz só 2 semanas que tudo acabou, e ainda tenho muuuuita coisa pra superar...ainda sofro muito e sinto muita falta dele. Mas se você conseguiu chegar no ponto de voltar a sorrir e ser feliz, quero acreditar que não falta muito pra eu me sentir assim também! E já to atrás de uma psico pra fazer terapia porque colocar a razão da felicidade em outra pessoa será sempre um investimento suicida! Quero me curar disso!
Um beijo!

Sara Caroline Says:
5 de maio de 2011 11:28

Oi Andréa!
Que bom!
Não tive vergonha em expor aqui no blog todo o sofrimento causado pelo último namoro, e confesso que ainda amo o ex e vai levar um tempo pra esquecê-lo de vez, mas vou conseguir.

A dor do término realmente nos consome por inteiro, sei como vc se sente, pq tb senti e as vezes ainda sinto o msm, mas me empenhei e continuo me empenhando em melhorar.

Escrever, compartilhar sobre isso no blog, com um amigo e com um bom psicólogo realmente nos ajuda a superar, e é claro que precisamos querer isso.

Como disse que tem lido o blog, sabe bem o qt tô tentando de td pra ficar bem, e hj, 2 meses depois do término me sinto outra pessoa.

Com certeza vc vai superar tb!
Qt tempo vai levar vai depender de vc, por isso chore, sofra e grite se for preciso, mas coloque td pra fora, pra ficar bem logo.

Eu não gosto de doses homeopáticas, sofrer lentamente é a pior escolha, esteja certa disso.

Muito obrigado por ler o blog e saiba que é sempre bem vinda pra participar, compartilhar, comentar, etc etc etc, rs.

Bjo grande e boa sorte! Daqui a pouco vc tb estará sobrevoando Paris de balão... =]

Andréa Says:
6 de maio de 2011 11:27

Nossa...escrevi tudo e depois deu pala aqui e não enviou o comentário! Repetindo então...
Não sei porque tem que ser tão difícil né!? Eu sempre já acordo mal, pensando nele, e depois durante o dia vou melhorando, tendo altos e baixos. Mas desde ontem que só tenho baixos!! Estou com a sensação que estou regredindo ao invés de melhorar, de ficar mais fácil!
Eu estou tentando fazer que nem você, me ocupar. Comecei finalmente a escrever a minha monografia, entrei pra aula de yoga, estou procurando uma psico, estou pensando até em voltar a dançar, que eu também adoro! E me esforcei pra sair algumas vezes, mesmo sem a menor vontade, mas foi uma bosta! Só ficava olhando pros lados, achando que ele podia aparecer lá...E tudo que eu faço pra ocupar a minha mente, acaba que não funciona! Sempre me pego pensando nele, o tempo inteiro!!!
Já to ficando meio desesperada, achando que nunca vou sair dessa! Essa coisa que você falou de colocar toda a dor pra fora...eu não sei mais como que ainda tem lágrima pra sair do meu olho! A única coisa que eu ainda não fiz foi dar um grito! Hehe!
Eu sinto muita falta dele. Tem horas que penso "ele que vá pro inferno, eu mereço coisa melhor!". Penso em tudo de ruim que ele me fez passar e que iria continuar se a gente ficasse junto de novo. Mas ai, 2 segundos depois, já estou desejando que ele volte e que dê tudo certo.
Eu estava acostumada a vê-lo praticamente todo o dia, falar sempre...tivemos momentos recentes TÃO bons, perfeitos...e agora com esse rompimento abrupto, de uma hora pra outra não ver e não falar com a pessoa nunca mais...isso é ruim demais! To sofrendo uma crise de abstinência forte! Toda hora penso em mandar alguma mensagem, ligar...

Andréa Says:
6 de maio de 2011 11:28

A única vez que a gente se falou depois fui eu que mandei uma mensagem só pra dizer que eu não tinha raiva dele e não guardava rancor. Ai ele disse que gostava muito de mim e sentia saudade. Mas não mudou o jeito dele de pensar... Fico pensando se ele não falou isso só pra me manipular mesmo, me manter disponível pra ele. Tive que ser muito forte na minha resposta, e o que eu disse foi uma espécie de "adeus, boa sorte". Depois disso não nos falamos mais. Ai agora, nos meus devaneios, estou arrependida de não ter falado o mesmo, que também sentia falta pra ver se tudo voltava. Mas isso já aconteceu outra vez e deu errado do mesmo jeito. Essa foi a segunda vez que ele terminou comigo, pelo mesmo motivo: não quero namorar, é muita pressão, não quero obrigações de namoro. Ainda teve a cara de pau de sugerir que a gente ficasse ficando, provavelmente só quando ele tivesse vontade né.
Me sinto uma mulher tão burra de querer voltar pra um cara que terminou comigo 2 vezes em 1 mês!!!
Preciso de uma saída de emergência, uma arma poderosa pra sair dessa! Hehehe! O que você me sugere para momentos que acho que me humilhar e ir atrás dele é a melhor saída pra dor??
Todo dia peço pra Deus pra me fazer esquecer, me arrancar isso da mente e do coração...mas não sai!!! E fico pensando que ele está lá, sofrendo nem 1 décimo do que eu estou, cheio de urubus em cima pra partir pra outra na hora que ele quiser. E tem o maldito facebook também, que eu não consigo evitar de olhar.
Você disse que o tempo que vou levar pra superar depende de mim...mas eu não sei mais o que fazer pra reduzir esse tempo!! Acho que nem consegui me convencer ainda que esquecer é a melhor, ou a única solução. Não tive com ninguém o que eu tive com ele...ele realmente me fez acreditar que era pra sempre, que me amava de verdade, que ia ser diferente. E eu só me fudi como sempre...e nunca me fudi tão forte como dessa vez! Coração partido em cacos...
Foi mal te jogar isso tudo assim...mas é que eu sinto que ninguém me entende de verdade. Acham que eu já tinha que ter saído dessa...Só falam o quanto ele foi imbecil, escroto e como que eu posso querer isso pra mim...Mas isso deve ter acontecido com você também e assim sinto que você me entende.
Valeu por me "ouvir"!
Ah, e pra você que já está numa fase mais avançada da superação, sugiro que leia esse texto que achei muito bom:
http://lucielaineandreatti.multiply.com/reviews/item/19

Bjo

Sara Caroline Says:
6 de maio de 2011 13:50

Oi Andréa!
Nossa, td o que vc falou foi exatamente o que passei. É como se eu tivesse lendo o blog de novo, pois foi td o que escrevi nos últimos 2 meses. Eu te entendo...

Mas eu ao inverso de vc, fui atrás do ex mil vezes, me humilhei, chorei, pedi, implorei pra que ele voltasse pra mim e NADA adiantou; depois que um homem se decide chèrie, não tem volta.

Eu não fiquei saindo muito, nada de badalação. Saio vez ou outra com os amigos, mas sabe como são essas saidas né?! td bem tranquilo e relax. A 1ª vez que fui numa balada depois do término dei de cara com o ex e foi uma merda. Então, não badalei nenhuma vez depois.

Mas, vc vai ver que aos poucos as coisas vão se encaixando, e o desespero, agonia e loucura vão diminuindo. E infelizmente a montanha russa das emoções não pára... dias bons e outros péssimos.

Mas sabe o que é legal nisso td? É que nessa fase a gente não quer saber de nada, tampouco de outra pessoa, isso é absurdo, ofensivo e até repugnante. E é ai, qd menos espera que vc é surpreendida por um bofe escââââââândalo dando em cima de vc!

Ráh! Isso msm! Pensa num bofe bonito, inteligente e muuuuuito melhor que seu ex. Pensou?

Pois bem. Ele vai aparecer qd menos esperar e vc não vai acreditar (eu ainda não tô acreditando), mas ele estará ae, interessado em vc. Digo isso, pq tô vivendo isso agora... rs.

Hoje td o que vc faz pra ficar bem pode parecer sem sentido e sem eficácia, porém, daqui uns dias vc vai se assustar por não ter chorado por ele um dia inteiro, e vai se sentir vitoriosa! e será!

Eu falei pra Dra. Jolie na última consulta que ficava com raiva de falar do ex em tds encontros, que queria esquecê-lo logo e não sabia mais o que fazer pra conseguir isso. Ela me disse uma coisa, que me marcou muito:

"Sara qd vc chegou aqui mal conseguia falar, por mais que tentasse, não conseguia conter as lágrimas. Olhe pra vc hj! Hj, qd fala nele, vc se emociona sim, seus olhos se enchem de lágrimas, mas vc não chora mais."

Minina do céu levei um susto na hs, pq era td verdade!

Com o coração o processo de cura é lento, mas não fica estagnado!

Pense nisso.

Daqui uma semana ou 2 olhe pra trás e veja que já consegue dormir (msm que o desgraçado invada seus sonhos vez ou outra), consegue comer e já arrisca uns flertes despretenciosos, só pra se sentir viva e desejada.

E só beije na boca se desejar muito o cara. Bjar sem vontade ou só por bjar é uma droga! e vai te fazer sentir mais falta do ex. Agora, se o cara mexer com vc (vc me entende né?!) beije! agarre se for preciso! pq vc vai se sentir uma nova mulher. Ô se vai... rs.

Bjo bjo e ótimo fds!