O meu Adeus

segunda-feira, 4 de abril de 2011
Bom dia blogueiros.
Depois do fds absurdamente triste, cheguei a algumas importantes conclusões. Enfim me decidi.
Mandei hoje um e-mail definitivo pro ex, e o transcrevo aqui, porque me marcou e quero registrar o início de uma nova fase.
Hoje, dia 04.04.2011 começo e me reconstruir de verdade.
Consciente e com o coração andando ao lado da razão.
Não é fácil, nem simples. É doloroso e destruidor, mas necessário.
Hoje consegui dar "o meu adeus" a esse amor.

O e-mail:

Te ver (Skank)

"Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível

É como mergulhar no rio
E não se molhar
É como não morrer de frio
No gelo polar
É ter o estômago vazio
Não almoçar
É ver o céu se abrir no estio
E não se animar

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível

É como esperar o prato
E não salivar
Sentir apertar o sapato
E não descalçar
É ver alguém feliz de fato
Sem alguém prá amar
É como procurar no mato
Estrela do mar

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível

É como não sentir calor
Em Cuiabá
Ou como no Arpoador
Não ver o mar
É como não morrer de raiva
Com a política
Ignorar que a tarde
Vai vadiar e mítica

É como ver televisão
E não dormir
Ver um bichano pelo chão
E não sorrir
É como não provar o nectar
de um lindo amor
Depois que o coração detecta
A mais fina flor

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível"


Bom Dia -----.

Resolvi escrever esse e-mail para tentar explicar algumas coisas que considero muito importantes.
Talvez minhas palavras sejam um pouco desconexas, sem linearidade alguma, assim como está meu coração.
Pois bem.
Passado um mês do término do nosso namoro consegui, enfim, aproximar a razão do coração e consegui entender, pelo menos em parte, o que tem me dito nos últimos dias.

Ontem, consegui compreender o que vc está sentindo.
Pela primeira vez o meu coração entendeu.
Sei que precisa de um tempo só seu, para se encontrar, para descobrir o que quer, se ainda me ama ou não mais. Percebi que a dúvida te impede de tomar qualquer decisão por hora, e não só em relação a mim.

Entendi que, não adianta continuar insistindo com vc. O meu "recado" já foi dado e vc sabe muito bem tudo o que sinto e o que penso, mas agora preciso recuar.

Quanto a mim, também entendi muitas coisas.
Entendi que errei com vc.
Entendi que depositei uma "carga" sobremodo eleveda sobre vc. Todos os meus sonhos, todas as minhas expectativas, todas as minhas alegrias, tristezas, esperanças, tudo. Coloquei tudo sobre vc.
Vc se tornou o meu deus e foi nesse momento que passei a te perder, eu só não percebi antes.

Me perdoe por isso.

Eu te amo mais do que tudo na minha vida.
Eu te amo mais que a mim mesma, mais que Deus, minha família ou qualquer outra coisa.
Vc se tornou o centro do "meu universo particular", o único motivo, a única razão do meu existir e isso tá completamente errado! (hoje, eu sei).

Então constatei que, todo o caos causado quando do término foi em decorrência desse sentimento, dessa dependência, desse amor que não poderia ser seu, não desse jeito, não com tamanha intensidade e entrega ilimitada.

Eu me encontrei e me perdi em vc. Fui sua sem reservas.
Vc me levou ao céu... e foram dias de glória.
Eu conheci um novo mundo ao seu lado.
Eu amei de um jeito novo e eu te amo como nunca amei ninguém.

Mas, infelizmente, não dá pra continuar vivendo nesse ciclo vicioso em que me encontro.
Preciso libertar vc desse amor, do meu coração, e eu preciso voltar a viver.

Saber de vc, ver vc, ainda que virtualmente, é devastador.
Cada atualização sua me faz pensar que o faz para me ferir, para dar algum sinal subliminar de algo, e a realidade nem sempre corresponde a ilusão criada...

Vc sabe o quanto acho infantil e imaturo deletar alguém de orkut, msn e face, mas precisarei fazer isso ok?

Preciso fazer isso pra me libertar de vc.
Preciso ser liberta desse amor.
Eu não queria!
Queria costurar minha vida à sua. Queria me casar com vc, viver todos os meus dias ao seu lado, formar uma família, ter filhos, cahorro (rs), tudo! Mas vc não quer e não posso fazer mais nada, eu sei.

Eu não te quero mal, tampouco tenho raiva.
Hoje, tenho um coração muito magoado, ferido, triste e despedaçado, mas preciso me reconstruir.
Preciso me reencontrar. Preciso "renascer das cinzas".

Daqui um tempo, quando estiver curada de vc, curada desse amor, pronta pra te ver e falar com vc, irei te re-adicionar em tudo outra vez! e espero que me aceite, é claro, em cada site inútil "de relacionamento" que existe, msn e em tudo o mais onde eu possa te encontrar.
Vc é muito importante pra mim e eu nunca vou esquecer tudo o que vivemos juntos.
Só que agora preciso desse espaço. Também vou precisar de um tempo pra te esquecer.
Preciso me distanciar, pra reaprender a viver sem vc.

Então, depois de um e-mail feito com tanta dor e lágrimas, acho que é melhor dizer adeus.

Amo muito vc.

Um beijo, como foi nosso primeiro.

Sara Caroline.

3 comentários:

Gabi Says:
5 de abril de 2011 14:01

Engraçado...eu nem te conheço pessoalmente, mas já te considero minha amiga! E pra minha amiga eu dou os Parabéns!!

É desse jeito que você vai conseguir seguir em frente e ser feliz!

Eu vi no seu Post um pouco do que eu aprendi no meu último relacionamento... que as vezes agente tem que deixar a pessoa ir pra que os dois possam ser felizes de verdade...

E principalmente...lembre de nunca deixar ninguem tomar o papel principal da sua vida... porque ele tem que ser seu...você é a protagonista dessa história!

Ummmm beijãooooo

Sara Caroline Says:
5 de abril de 2011 17:33

Rs, o engraçado é que sinto exatamente o mesmo.
É como se fossemos amigas... e qd eu for a Bsb, faço questão de nos encontramos!

Depois de ontem, me senti tão aliviada.

É claro que sinto saudades e ainda amo o ex, mas me sinto mais leve.

Minha mãe sempre diz que o sofrimento é opcional, e devemos reagir contra ele; se entregar a dor só fará um mal ainda maior.

Então é isso. Reação! rs

E seu conselho final é fundamental pra conseguir isso: entender que sou a protagonista da minha vida!

Outro bjo grande pra ti e o pequeno! =]

Gabi Says:
6 de abril de 2011 13:49

Com certeza tem que me visitar!

É isso ai xuxu...força e bola pra frente!

=** (da Gabi e do nenêm mais lindo dessa terra...rs)