Es-co-lhas

quarta-feira, 13 de junho de 2012
Blogueiros,

O que dizer, o que pensar, o que escrever?!
Ou melhor, por onde começar...?

Às vezes, quando uma mulher se prepara para sair, ela espalha todas suas roupas, sapatos e bolsas pelo quarto, para visualizar com mais clareza suas possibilidades, e então, poder escolher a que melhor lhe convém.
Assim sou eu com o blog e minha vida.
Preciso dispor em palavras, frases e textos inteiros o que vivo, o que penso, o que sinto, o que quero, o que sonho, o que espero, o que temo, o que anseio, o que fujo, o que sou.

Quem eu sou?
Onde quero estar?
O que eu quero fazer?
O que sinto agora, a despeito de você, de mim, das escolhas que fiz?

É como disse Nietszche, na obra de Irvim Yalom: “Então, você esconde sua vontade de si mesmo. Você precisa agora aprender a reconhecer sua vida e a ter a coragem de dizer "Assim escolhi!". O espírito de um homem se constrói a partir de suas escolhas!” .

Escolhas.
Es-co-lhas.
Preciso fazê-las outra vez.
E sempre, e sempre, e sempre, e sempre.
Bjo, bjo

1 comentários:

Anônimo Says:
9 de julho de 2012 22:30

Escolha, a palavra que divide opiniões que amenisa uma dor e pode até começar uma guerra, as escolhas em geral é o limite entre o bem e o mal, existem pessoas que se permite o tempo para analisar com calma o que vai usar ou quem vai amar, existem aquelas que vivem de fazer escolhas, bom, quem vive de analisar o melhor caminho certamente terá grandes surpresas, é como não usar aquela roupa que tanto gosta em um dia chuvoso por se importar, pode ter sucesso em todos os sentidos da vida, quem vive de escolhas apenas, não evolui o lado humano de se pensar em sentimentos, em evoluir na parte de que, amar não é ser carete, é dividir o seu melhor com quem pode ser o melhor pra você, pra duvida existe o tempo..

fj.xx